compartilhar

DROGA E CACHAÇA: Suspeito de furto é morto a pauladas e facadas no Paranoá; homem foi preso

Vítima teria furtado celular; após ser agredida, ela morreu no local do furto. Familiares tentaram revidar crime; homem foi pego com munição e drogas.


Um homem de 34 anos foi preso na manhã deste sábado (20) no condomínio Paranoá Parque, na respectiva cidade-satélite, suspeito de agredir e matar um rapaz de 21 anos com facadas e pauladas.

 

Segundo testemunhas, ele tinha perdido o celular e resolveu tirar satisfações com o jovem, de quem desconfiava. A 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) investiga o caso.


Segundo a Polícia Militar, os dois eram amigos e estavam consumindo drogas e bebida alcoólica juntos. Até as 16h30, não havia confirmação de que o homem esfaqueado tivesse furtado o celular.


O assassinato aconteceu por volta das 8h. Quando chegaram ao local, os policiais militares tiveram que abrir caminho por um grupo de pessoas que tentavam revidar o crime, fazendo ameaças e atirando pedras e paus no carro e na casa do morador.

 

Prédio do Paranoá Parque, residencial construído por meio de programa habitacional do DF (Foto: Renato Araújo/Agência Brasília)

Na casa, a PM encontrou balas de revólver, um pedaço de madeira que teria sido usado no crime e uma porção de droga. Três facas também foram encontradas próximo ao local da morte. A corporação ouviu, no local, que os envolvidos eram amigos e se desentenderam após passar a noite bebendo.


O suspeito pela morte foi preso em flagrante e vai responder por homicídio, posse de munição e porte de entorpecentes. As corporações não informaram se os homens envolvidos já tinham passagem pela polícia.

 

Até as 16h20, a Polícia Civil ainda investigava a participação de outra pessoa no crime. Moradores do local afirmam que o jovem foi perseguido por quatro ou cinco pessoas, após o suposto furto, mas não sabiam dizer se o dono do celular estava nesse grupo.

 

COMENTÁRIOS