compartilhar

SAIDÃO DO ANO NOVO: Dos 1041 presos beneficiados, 4 não voltaram e são considerados foragidos

Número representa 0,38% dos que foram liberados. "Saidão" foi entre 29 de dezembro e 2 de janeiro.

Secretaria de Segurança Pública informou nesta quarta-feira (3) que quatro detentos soltos durante o "saidão de Ano Novo" não retornaram ao sistema penitenciário.

O número representa 0,38% dos 1.041 presos do semiaberto que foram liberados. O saidão foi entre 29 de dezembro e 2 janeiro.


Quem não cumpriu o prazo é considerado foragido e pode perder o direito ao regime semiaberto. Esta foi a décima saída especial de 2017.

As outras oito ocorreram na Páscoa, no Dia das Mães, em junho, em julho, no Dia dos Pais, em setembro, em novembro e no Natal. Os períodos de liberdade não são, necessariamente, vinculados a datas comemorativas.

Dos 1.033 detentos liberados para comemorar o Natal, 12 não voltaram para os presídios até a última terça-feira (26).

 

Mortes na Papuda

 

A delegacia de São Sebastião investiga a morte de dois detentos da Papuda. Eles morreram em um invervalo de 30 horas.

A segunda morte foi na terça. O detento estava preso havia 19 dias por uma condenação por porte ilegal de arma.

De acordo com a SSP, ele sofreu parada cardíaca, foi atendido pelo Samu, mas não resistiu. A outra morte foi também por parada cardíaca, na noite de réveillon. A perícia deve ficar pronta em 30 dias.

 

Disk denúncia

 

Quem souber de informações que levem a captura dos presos que não retornaram do benefício, pode, anonimamente, informar a polícia pelos telefones:

 

  • 190 (Polícia Militar)
  • 197 (Polícia Civil)
  • (61) 98626-1197 (WhatsAapp da Polícia Civil)
  • (61) 3339-1345 (Diretoria Penitenciária de Operações Especiais da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social)

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS