Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

CAIXA DE PANDORA: Recurso do ex-governador Arruda, no "escândalo dos panetones", deve ser analisado dia 1º

Um dos mais emblemáticos episódios da Operação Caixa de Pandora terá novo capítulo nos próximos dias. 

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF) deve analisar, em 1º de fevereiro, o recurso do ex-governador distrital José Roberto Arruda (PR) para rever a sentença de 3 anos de prisão, 10 meses e 20 dias no caso que ficou conhecido como o Escândalo dos Panetones.

Resultado de imagem para panetones de arruda

O vídeo do político recebendo uma sacola de dinheiro do delator Durval Barbosa é um ícone do maior escândalo de corrupção no Distrito Federal.

Desde que foi engolido pela Pandora, em 2009, o processo dos panetones foi a única condenação criminal do ex-governador. Está na 3ª Turma Criminal.

O ex-governador é acusado de ter falsificado quatro recibos em 2009, com valor total de R$ 90 mil, para justificar doações ilegais recebidas de Barbosa. 

 

Na época, Arruda disse que o dinheiro passado por Durval serviria para comprar panetones para famílias carentes.

Internet/Reprodução

 

A defesa de Arruda está confiante.

A estratégia será derrubar a tese de que os recibos apresentados à Justiça tenham sido forjados, como alegam os promotores do Ministério Público do Distrito Federal (MP-DF).

Até lá, asseguram aliados, Arruda ficará mergulhado com advogados no estudo criterioso do processo.

Ou seja: pré-campanha – de quem quer que seja – está fora de cogitação nestes dias.

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS