compartilhar

CRISE HÍDRICA : Reservatório do Descoberto atinge metade do volume útil, que era esperado para maio

Caesb, mesmo assim, não descarta o racionamento, que vai continuar. Hoje a Barragem do Paranoá foi aberta 10 centimetros...

O principal reservatório do Distrito Federal, o Descoberto, atingiu 50,1% do volume útil.

A meta de 50%, estabelecida pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) para o final do mês de maio, conforme Resolução nº 26, foi ultrapassada na tarde desta quinta-feira (08).

 

Apesar do índice atingido hoje, é importante alertar que a crise hídrica ainda é grave na Grande Brasília e o comportamento hidrológico é incerto. 

Portanto, é de fundamental importância a colaboração da população, que precisa conservar hábitos de uso racional da água e reduzir ainda mais o consumo.

 

Esse resultado deve-se ao empenho da população em relação ao consumo consciente e às ações da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), que trouxeram novas fontes de água para o Distrito Federal com as captações no Lago Paranoá e no Bananal.

 

A Curva de Acompanhamento do reservatório do Descoberto foi elaborada a partir do estudo de cenários feito pela Agência, com a participação da Caesb (Companhia de Saneamento Ambiental do DF) e da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri). A avaliação é feita com base nos níveis do reservatório, cuja alteração se dá em razão das entradas de água; do consumo de água pela população e pelos agricultores; e da situação climática. A meta de 50% garante a segurança hídrica para o Distrito Federal enfrentar o período de estiagem no segundo semestre.

 

 

A última vez em que o Reservatório do Descoberto marcou o nível de 50% foi em 21 de junho de 2017. 

 

COMENTÁRIOS