Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

QUALIDADE DE VIDA: Brasília fica em 106º lugar em ranking mundial em diferentes quesitos

De acordo com este ranking, a cidade mais segura do Brasil é Manaus, classificada em 111º lugar, enquanto Brasília ocupa a 134ª posição, Rio de Janeiro a 185ª e São Paulo a 192ª posição.Segundo pesquisa da Global Mobility da Mercer Brasil.

Brasília é a cidade brasileira com a melhor colocação em um estudo mundial sobre qualidade de vida.

 

Apesar de estar à frente do Rio de Janeiro, São Paulo e Manaus, a capital federal ainda está muito longe das primeiras colocações, uma vez que ocupa a 106ª posição na Pesquisa de Qualidade de Vida da Mercer 2016, a mesma do ano passado. 


As cidades do Rio de Janeiro e Manaus subiram uma posição no ranking mesmo mantendo as mesmas avaliações do ano anterior. Já a cidade de São Paulo caiu duas posições quando comparada com os resultados de 2015.


“Dentre os elementos que influenciaram essa queda, podemos citar a redução na avaliação dos fatores relacionados à disponibilidade de água e ocorrência de doenças infecciosas.

 

A piora nestes itens é relevante pois muitas vezes são fatores cruciais no momento do aceite de uma proposta de expatriação.”, diz Karla Costa, consultora responsável pela área de Global Mobility da Mercer Brasil.

 

 

"Algo importante a considerar é que as cidades podem aumentar ou diminuir a classificação geral devido à inclusão de novas cidades, bem como o reposicionamento das outras cidades incluídas no ranking", acrescentou Karla Costa.


"Diferentes culturas, climas, instabilidade política, altos níveis de criminalidade e falta de infraestrutura podem dificultar o estabelecimento de trabalhadores e suas famílias em outro país. É imprescindível que as empresas avaliem se seus expatriados e suas famílias terão de enfrentar uma diminuição no padrão de qualidade de vida para garantir que eles recebam uma compensação justa para justificar tal movimentação.", concluiu Costa.


Viena continua o seu reinado na primeira posição para qualidade de vida em geral, seguida por Zurique (2), Auckland (3) e Munique (4). Vancouver (5) é a cidade mais alta no ranking da América do Norte, e Singapura é a cidade asiática melhor classificada, ocupando o 26º lugar.


Segurança, em particular, é um fator-chave considerado por empresas multinacionais quando enviam expatriados para o exterior, pois levanta preocupações sobre a segurança pessoal do expatriado e porque tem um impacto significativo sobre o custo dos programas globais de remuneração.


“As ameaças intensificadas à segurança nacional e global, deslocamento da população em virtude da violência e agitação social em centros comerciais chave em todo o mundo são todos elementos adicionados ao desafio complexo enfrentado pelas empresas multinacionais, ao analisarem a segurança e a saúde de seus empregados expatriados,” comentou Ilya Bonic, Partner Senior e Presidente da área de Talent da Mercer.

 

“As empresas multinacionais precisam de informações precisas e métodos objetivos para determinar as implicações do custo de deterioração dos padrões de vida e questões de segurança pessoal ao remunerar expatriados.”


Em segurança, Manaus está melhor que a capital federal

Este ano, a pesquisa da Mercer também identificou a classificação de segurança pessoal para a lista completa de cidades; ela é baseada na estabilidade interna, níveis de criminalidade, desempenho da aplicação da lei local e a relação do país de origem com outros países.

 

Luxemburgo está no topo da lista de segurança pessoal e é seguida por Berna, Helsinque e Zurique – todas ocupando o 2º lugar. Bagdá (230) e Damasco (229) são as cidades menos seguras do mundo, de acordo com o ranking.


De acordo com este ranking, a cidade mais segura do Brasil é Manaus, classificada em 111º lugar, enquanto Brasília ocupa a 134ª posição, Rio de Janeiro a 185ª e São Paulo a 192ª posição.

 

Fonte: *JBr - Clipping

COMENTÁRIOS