compartilhar

PAGAMENTO VIA AMEAÇA: GDF paga creches conveniadas que voltam a funcionar

O secretário de Educação, Júlio Gregório, ameaçou deixar o comando da pasta se a verba não fosse repassada até a 0h de 3a. feira.

Por falta de repasse, 70% das creches conveniadas comm o GDF na Grande Brasília paralisaram as atividades na segunda-feira (22).

 

Com isto, cerca de 15 mil crianças ficaram sem atendimento nas 101 instituições que prestam serviços de creche, dificultando o dia a dia das famílias que dependem do serviço para, por exemplo, ir trabalhar.


Esse é o caso da recepcionista Larissa Karoline, 23 anos, que é mãe do Lucas Rafael, 2 anos, que estuda na creche Sábia Laranjeira, localizada no Areal. Lucas começou as aulas no dia 11 deste mês, em período integral, mas a família foi surpreendida com a greve, pois a adaptação da criança não é fácil.

 

“Com a paralisação das aulas agora está mais difícil, pois tenho que trabalhar e deixar ele com a tia ou com a avó quando ela está de folga. Eu moro no Areal e não possuo carro e minha sogra mora um pouco longe. Quando consigo carona com a minha irmã eu levo ele, quando não consigo espero minha cunhada vir de ônibus buscá-lo para que eu possa ir trabalhar”, relatou Larissa.

O pagamento foi depositado após o secretário de Educação, Júlio Gregório, ameaçar deixar o comando da pasta se a verba não fosse repassada às creches conveniadas ao GDF até a 0h de terça-feira (23).

 

Das 101 instituições de ensino, apenas cinco não receberam o dinheiro por problemas na documentação, informou a presidente do Conselho de Entidade de Promoção e Assistência Social (Cepas), Daise Moisés. Os recursos são referentes ao mês de janeiro.

 

Porém, algumas não funcionarão em tempo integral, pois alegam que não receberam todo o dinheiro previsto, como o educandário  Eurípedes Barsanulfo, em Sobradinho.


Hoje, o convênio com as creches é pago por quadrimestre. De acordo com a Secretaria de Educação, foi quitada a primeira parcela do período, estimada em R$ 10,6 milhões. As demais parcelas devem ser pagas nos meses de março e abril. (*Por: Stephanny Guilande)

 

Fonte: *Alô - Clipping

COMENTÁRIOS