compartilhar

SEM IMAGENS AÉREAS: Drones encaixotados adiam economia de operações especiais da Polícia Civil

A demora para liberar sete dos 12 drones modelo Phantom 4 DJI Standard destinados às delegacias especializadas da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) causou desconforto na categoria.

 

Em agosto do ano passado, oito policiais civis, entre agentes de polícia e peritos criminais, viajaram para Miami, nos Estados Unidos, para serem treinados sobre o manuseio do equipamento aéreo.

 

Mas, desde que foi comprado, em setembro de 2017, parte do material ficou encaixotada à espera de decisão administrativa.

A tecnologia poderia ser usada para, por exemplo, investigar detalhes de locais alvejados por operações policiais. Dessa forma, não haveria necessidade de se utilizar o helicóptero da corporação, o que reduziria sensivelmente os gastos da Polícia Civil.

Resultado de imagem para drone policia civil df

Segundo um especialista ouvido pela coluna, um voo da aeronave pode custar até R$ 6 mil aos cofres públicos.

Cada unidade dos drones adquiridos pode ser encontrada por cerca de R$ 4 mil em sites de venda.


Alguns órgãos distritais – como a Agência de Fiscalização (Agefis), o Departamento de Trânsito (Detran-DF), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) e o Instituto de Criminalística da própria Polícia Civil – já usam a tecnologia para fiscalizações e operações especiais.


 

Procurada pela coluna, a Divisão de Comunicação da PCDF disse que, atualmente, “a direção-geral da PCDF está em fase final de preparação da normatização do manuseio interno dos equipamentos, tendo em vista as rígidas exigências dos órgãos reguladores e visando a segurança do tráfego aéreo. Essa normatização conta com orientação, inclusive, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)”.

Ainda segundo a corporação, “a Academia de Polícia (APC) vem promovendo cursos de capacitação de servidores, conforme exigência dos órgãos reguladores. Até o mês de fevereiro, a APC já habilitou 31 policiais”.

Resultado de imagem para drone policia civil df

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS