compartilhar

RONALDINHO GAÚCHO: Ex-craque da seleção decide se filiar ao PRB e disputar o Senado pelo Distrito Federal

De baladeiro à IURD. Partido é ligado à igreja evangélica Universal do Reino de Deus.

Nesta terça-feira (20), o ex-craque Ronaldo de Assis Moreira, o Ronaldinho Gaúcho, se filiou ao Partido Repúblicano Brasileiro do Distrito Federal (PRB-DF).

A partir de agora, o seu domicílio eleitoral passa a ser o Distrito Federal.


 

Ronaldinho que nunca se engajou na política, afirmou que fica feliz "em poder participar de um projeto que vise a melhoria de nosso país e que traga modernidade, alegria e saúde para toda a população".


No evento que aconteceu na sede do Diretório Nacional do PRB, o irmão e empresário do ex-jogador, Roberto Assis também se filiou ao partido.

Entre os políticos presentes, estavam os deputados federais Celso Russomanno (PRB-SP), líder da bancada do PRB na Câmara, Carlos Gomes (PRB-RS) e Ronaldo Martins (PRB-CE).


O presidente nacional do PRB, ex-ministro Marcos Pereira, não pôde participar do evento, mas foi representado pelo senador Eduardo Lopes, que aprovou as filiações e deu as boas-vindas ao pentacampeão.  “E um momento histórico como foram tantos outros momentos na vida do Ronaldinho que prestou ao Brasil seu talento e sua capacidade e agora com essa biografia maravilhosa e sua história de vida vai contribuir agora via PRB. Mais uma vez ele vai vestir a camisa 10 e dessa vez a camisa do PRB. É um momento de muita alegria do qual me sinto muito honrado de fazer parte dessa história. Seja bem-vindo e com muita alegria que te recebemos aqui no PRB”.

Caio Barbieri / Metrópoles

O presidente do PRB no Distrito Federal, Wanderley Tavares, exaltou o trabalho de Ronaldinho e Assis no esporte, e agradeceu aos dois por contribuírem com o partido e seus projetos. “Gostaria de agradecer o gesto do Assis e do Ronaldinho por terem colocado seus nomes à disposição desse projeto independente das questões políticas. Quero agradecer por essa iniciativa. Qualquer gesto que você faça a sociedade brasileira, os mais necessitados, pois vamos fazer política é para quem precisa. Obrigado Ronaldinho por tudo que você fez e pela alegria que nos deu no futebol e agora aqui no PRB”, disse Wanderley.


Apesar da assessoria do partido não confirmar se Ronaldinho vai se candidatar a algum cargo, para concorrer as eleições de outubro, segundo fontes do Diário do Poder, é dada como certa sua candidatura a uma das duas vagas em disputa no Senado.

A assessoria também não confirmou se o ex-jogador já está morando em Brasília.

A legislação determina que o candidato faça prova de domicílio eleitoral  um ano antes da eleição, no mínimo.


Desde o ano passado, o ex-melhor do mundo era assediado por diversas legendas, entre elas o antigo partido PEN, hoje Patriota.

O Diário do Poder, em agosto, informou que o Podemos também rondava Ronaldinho para uma possível candidatura, sem definição se seria à Câmara dos Deputados ou ao Senado.


Não será a primeira vez que ex-jogadores de futebol se engajam na política, podemos citar como exemplos, o senador Romário (Podemos) e o deputado estadual Bebeto (Solidariedade-RJ).

 

Fonte: *Via Diário do Poder/Clipping

COMENTÁRIOS