compartilhar

POLUIÇÃO DA H2O: Vaso sanitário de 12 metros é inflado na Esplanada dos Ministérios no Dia da Água e do Forum

Ativistas protestam contra poluição de águas na Mata Atlântica; esgoto representa principal problema, diz ONG.

Cerca de 50 ativistas de 17 estados protestaram contra a poluição das águas da Mata Atlântica nesta quinta-feira (22), Dia Mundial da Água, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.


Na manifestação, que começou às 9h30, os representantes da organização não governamental SOS Mata Atlântica erguerem um balão inflável de um vaso sanitário com altura de 12 metros para pedir políticas mais eficientes de saneamento básico no Brasil.


Um relatório da entidade divulgado durante o 8º Fórum Mundial da Água mostrou que apenas 12 pontos em 230 rios estudados apresentaram níveis satisfatórios.

Segundo os manifestantes, a falta de tratamento de esgoto representa a maior parte da poluição das águas no país.

SOS Mata Atlântica colocaram um vaso sanitário inflável de 12 metros no gramado do Congresso (Foto: Lucas Vidigal/G1)

Dados do Ministério das Cidades e do Instituto Trata Brasil mostraram que o saneamento básico não chega a cerca de 35 milhões de brasileiros.

"É um problema sério para a saúde pública, porque as doenças circulam por esses rios sujos. É uma situação típica do século 19", avaliou Clemente Coelho, biólogo da Universidade de Pernambuco e voluntário da ONG.

Os manifestantes também gritaram palavras de ordem contra o presidente Michel Temer.

Mudança de planos

 

Os manifestantes aguardaram mais de meia hora até serem autorizados a erguer o vaso sanitário inflável.

Quando a Polícia Militar autorizou, os voluntários da ONG tiveram de levar o equipamento ao segundo canteiro central da Esplanada dos Ministérios, e não diretamente em frente ao Congresso Nacional, como previsto.

SOS Mata Atlântica colocaram um vaso sanitário inflável de 12 metros no gramado do Congresso (Foto: Lucas Vidigal/G1)

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS