compartilhar

WEB LIVRE: Taguatinga é a primeira cidade-satélite a receber internet gratuita, nesta 3a. feira, informa GDF

Praça do Relógio é o ponto escolhido para abrigar a primeira árvore digital

Depois de anos de promessas e projetos ineficientes, o Distrito Federal recebe finalmente uma solução para o problema de internet livre em uma cidade-satélite.

Na próxima terça-feira (27/03), às 9h, na Praça do Relógio, em Taguatinga, será inaugurado o primeiro terminal digital da Grande Brasília, que tem como intenção fornecer pontos de acesso à internet gratuita em espaços públicos.


Instalado ainda em caráter de teste, o projeto começa sua atuação por Taguatinga, satélite que abriga uma das maiores populações do Distrito Federal, mas sua pretensão é expandir para todas as localidades. Até o fim do ano serão instaladas mais 50 árvores pela capital federal. A ideia é abranger todo o "quadrilátero".


“O antigo projeto de sinal livre tinha alguns problemas de funcionamento, além de ter um custo alto. O que fizemos foi buscar um modelo mais moderno e viável para governo, já que está saindo a custo zero para o estado”, diz Thiago Jarjour, Secretário Adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação, responsável pelo projeto.


O terminal digital da Praça do Relógio terá capacidade para fornecer internet de alta velocidade para até 500 aparelhos simultâneos, num raio de aproximadamente 200 metros, com conexão de 480 megas.

Taguatinga é a primeira satélite do DF a receber internet gratuitaAs árvores digitais com wi-fi são um novo modelo de tecnologia sustentável, já que é movida por energia solar.


Além de fornecer conexões de internet, ela ainda tem capacidade de carregar dispositivos eletrônicos com porta USB como celulares, tablets e computadores.

“A internet gratuita será um ponto importante para a inclusão digital da população brasiliense, principalmente nas regiões mais carentes. Essa é uma das maiores entregas da nossa secretaria e estamos confiantes de que beneficiará muito nossa comunidade” diz o secretário.

 

COMENTÁRIOS