compartilhar

POLÍCIA MILITAR: Câmeras de segurança registram agressão de PM à atendentes em conveniência de posto. VEJA VÍDEO

O sargento teria agredido, cometido ameaças e injúrias contra os atendentes do posto, além de ter disparado alguns tiros no local.

O caso ocorreu na última sexta (6) a noite e é averiguado pela Corregedoria da PMDF.


Um sargento da Polícia Militar de Brasília é investigado por ter causado uma confusão em uma loja de conveniência do posto de gasolina no Km 6,5 da DF-140, na cidade-satélite de Santa Maria.

O sargento Patrocínio teria agredido, cometido ameaças e injúrias contra os atendentes do posto, além de ter disparado alguns tiros no local.

O caso ocorreu na última sexta (6) a noite e é averiguado pela Corregedoria da PMDF.

De acordo com a ocorrência, que foi feita na 33ª DP, a PM saiu para atender uma ocorrência de tiroteio no posto de gasolina.

 

Porém, ao chegar no local, a corporação foi informada que o sargento Patrocínio chegou no estabelecimento, sacou uma arma de fogo tipo pistola e colocou no peito de um dos funcionários.

O militar ainda teria ido ao caixa da loja de conveniência e “espancou dois funcionários com tapas no rosto, socos no estômago e diversas coronhadas no rosto e cabeça”.

 

Descontrolado, o sargento também desferiu chutes em quem tentou impedir a situação, que foi flagrada pelo circuito interno da loja. Um dos disparos feitos no local, pegou de raspão em um dos trabalhadores.

O homem será investigado por disparo de arma de fogo, tentativa de homicídio, lesão corporal, injúria ameaça, dano e exercício ilegal da profissão.

O último porque o acusado, segundo a Comunicação da PMDF, estava afastado das atividades há três meses, apenas exercendo atividades internas no batalhão, por restrição médica.

 

A arma do militar foi recolhida desde a suspensão do porte. No último sábado (07), ele foi internado na clínica RM, credenciada junto à Corporação, para dar continuidade ao acompanhamento de saúde mental.

A Sindicândia, aberta pela Corregedoria, vai apurar o que deve ocorrer com o sargento Patrocínio. “Reiteramos que a PMDF não compactua com nenhuma atitude ilícita”, complementa em nota.

Vídeo: Câmeras de segurança registram agressão de PM à atendentes de posto

 

Fonte: *Via:JBr/Clipping

COMENTÁRIOS