compartilhar

NO VERMELHO: Pela 1ª vez no ano, cresce o número de famílias endividadas na Grande Brasília

Total passou de 740.622, em fevereiro, para 753.111, em março deste ano. Significa dizer que, do total, 78,3% possuem algum tipo de débito

O número de famílias endividadas no Distrito Federal passou de 740.622, em fevereiro, para 753.111, em março deste ano (alta de 12,4 mil).

Significa dizer que, do total, 78,3% possuem algum tipo de débito.


Os dados constam na Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), divulgada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do DF (Fecomércio).

Entre os devedores, 90% se declararam comprometidos com as faturas do cartão de crédito.

 

O estudo mostra ainda que o universo de famílias com contas em atraso também aumentou no período analisado, passando de 97.410 para 106.415 (aumento de 9 mil).

 

“Início de ano sempre é complicado, pois juntam muitos impostos, além de gastos extras, a serem pagos, e isso influencia nesse resultado”, explica o presidente da Fecomércio, Adelmir Santana. “Essa é a primeira alta do ano. Janeiro e fevereiro apresentaram queda no número total de endividados”, acrescenta.

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) foi realizada com uma amostra de 600 famílias. 

 

A análise serve para orientar os empresários dos setores de comércio, serviços e turismo que utilizam o crédito como ferramenta estratégica para o incremento das vendas, uma vez que o estudo aponta a percepção em relação à capacidade de pagamento.

 

 

COMENTÁRIOS