compartilhar

AEDES AEGYPTI: Grande Brasília registra 707 casos prováveis de dengue neste ano

Em 2018, também foram notificadas 24 ocorrências de febre chikungunya e 9 de zika vírus, além de uma confirmação de febre amarela

A Secretaria de Saúde registrou 707 casos prováveis de dengue em 2018, de acordo com boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (11).

Do total, 672 pacientes residem no Distrito Federal, e 35 são moradores de outras unidades da Federação.


Segundo o informativo, a faixa etária que demonstra maior adoecimento é a de 20 a 49 anos (43,75% do total).

 

Já as localidades com mais incidência são: Itapoã, Paranoá, Planaltina, São Sebastião, Samambaia, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) e Riacho Fundo I.

Neste ano, houve uma morte pela doença.

 

No mesmo período de 2017, foram seis casos graves e três óbitos.

O boletim da Saúde também apresenta dados sobre outras enfermidades causadas pelo mosquito Aedes aegypti: 24 casos prováveis de febre chikungunya, 9 de zika vírus e uma ocorrência confirmada de febre amarela.

 

COMENTÁRIOS