compartilhar

REGISTRO GERAL: Carteira de identidade pode ser solicitada pela internet em Brasília

Pedido de emissão é feito via site da Polícia Civil, mediante agendamento

No Distrito Federal, a carteira de identidade — também chamada de RG — pode ser tirada presencialmente em sete postos de atendimento do Na Hora e em dez delegacias de polícia (veja abaixo os endereços).

A primeira via é gratuita e pode ser pedida a qualquer tempo. Um recém-nascido, por exemplo, já tem direito ao próprio documento de identidade.

Idosos (pessoas acima de 60 anos), pessoa com deficiência, gestante e criança de colo e acompanhante têm direito a atendimento preferencial.

A emissão cabe às secretarias de Segurança Pública de cada unidade da Federação. O RG é válido em todo o território nacional.

Emissão da carteira de identidade pode ser solicitada via internet

Desde julho de 2016, a solicitação para expedir a primeira e a segunda vias está disponível pela internet. O serviço deve ser marcado pelo site da Polícia Civil.

O requerente consegue escolher dia, local e horário para o atendimento.

Quem não puder comparecer tem de cancelar até seis horas antes da data marcada. Para isso, deve utilizar o código de agendamento descrito no comprovante.

Caso o cancelamento não seja comunicado, só será possível fazer uma nova marcação após 30 dias.

O prazo estimado para entrega é de quatro dias úteis — se a emissão for de responsabilidade das unidades de atendimento do Na Hora — a dez dias, caso seja emitida por um posto de identificação biométrica (PIB).

Quanto custa a 2ª via da carteira de identidade

Com algumas exceções, a emissão de segunda via da carteira de identidade custa R$ 42.

O valor deve ser depositado na Agência nº 100, conta-corrente nº 013.094-8, do Banco de Brasília (BRB), em nome do Fundo de Modernização, Manutenção e Reequipamento da Polícia Civil (FUNPCDF).

São isentos dessa taxa:

  • pessoa com deficiência, independentemente de rendimentos
  • pessoa carente, uma única vez, caso a renda mensal não seja superior a um salário mínimo
  • pessoa que tenha registrado o roubo da própria carteira de identidade e apresente o número do inquérito policial instaurado
  • idoso, quando se tratar de primeira via com a expressão Maior de 65 anos
  • quem teve a carteira de identidade expedida com erro de transcrição de dados ou de digitação

 

COMENTÁRIOS