compartilhar

QUASE PRONTO: Captação de água em Corumbá IV começa em dezembro, informa governador RR

Projeto é uma dobradinha dos governos goiano e brasiliense e deve ser concluído até o fim do ano

O Distrito Federal deve começar a receber água do Sistema Produtor Corumbá IV a partir de dezembro. 

Cerca de 80% das obras já foram executadas, segundo o Executivo local.

O empreendimento vai beneficiar cerca de 1,3 milhão de moradores.

“Essa obra vai resolver por 20 anos o problema de abastecimento de água do Distrito Federal e da região do Entorno Sul”, disse o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), que visitou a construção da elevatória nesta terça-feira (17/7).


As obras do Sistema Produtor Corumbá estão sendo executadas por um consórcio formado entre  DF e Goiás.

Custarão R$ 540 milhões, divididos de forma igualitária entre as duas unidades da Federação, com participação da União.


Serão captados 2,8 mil litros de água por segundo na primeira etapa dos trabalhos, sendo 1,4 mil para a Grande Brasília e 1,4 mil para Goiás.

Em um segundo momento, chegará a 5,6 mil litros por segundo, metade para cada unidade federativa.

As cidades-satélites que vão receber a água de imediato serão Gama e Santa Maria; depois, Planaltina, Recanto das Emas e Riacho Fundo.

Quatro municípios goianos do Entorno completam a lista: Cidade Ocidental, Luziânia, Novo Gama e Valparaíso.

Como o Metrópoles mostrou nesta terça-feira (17), a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) terá que reduzir em 26,27% o valor da licitação para a compra de válvulas necessárias às obras do sistema Corumbá IV, por determinação do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TC-DF).

Com isso, a aquisição de equipamentos dos tipos borboleta, retenção, esfera, gaveta e outros sairá R$ 1.372.775,73 mais barata.

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS