compartilhar

CASO "DR. BUMBUM" AINDA RENDE: Mãe do médico é acusada de ameaçar família após morte de namorado

José Monteiro foi achado morto com um tiro na cabeça em 1997, no Rio. Maria de Fátima e Denis foram apontados como suspeitos

O médico Denis Barros Furtado, 45 anos, mais conhecido como “Dr. Bumbum”, e a mãe, Maria de Fátima Furtado, são suspeitos de matar um namorado de Maria, em 1997, no Rio de Janeiro.

 

A família de José Roberto Camilo Monteiro afirma que recebeu ameaças da mulher após o assassinato.

As informações são do jornal Extra.

José foi encontrado morto com um tiro na cabeça na casa onde morava com a namorada e os filhos, no Recreio dos Bandeirantes.

Até hoje, o crime não foi solucionado e o crime prescreveu.

Segundo o jornal, à época, a família decidiu deixar a história de lado por medo de morrer, uma vez que Maria de Fátima teria ameaçado assassinar os filhos da vítima.

Um dos familiares afirmou ao Extra que os investigadores pediram para indiciar Denis e Fátima como principais suspeitos.

 

Um policial também chegou a afirmar para a família que o caso foi arquivado e que suspeitava de suborno.

 

Os parentes revelaram que o casal, à época, fazia uso de nomes e documentos falsos. Afirmaram que a relação do casal era doentia.

Um dos familiares afirmou ao Extra que os investigadores pediram para indiciar Denis e Fátima como principais suspeitos. Um policial também chegou a afirmar para a família que o caso foi arquivado e que suspeitava de suborno. Os parentes revelaram que o casal, à época, fazia uso de nomes e documentos falsos. Afirmaram que a relação do casal era doentia.

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS