Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

25 KILOS DE EXPLOSIVO: Prédio onde homem morreu será implodido neste domingo em Vicente Pires

Um prédio de seis andares será implodido neste domingo, em Vicente Pires. A operação acontece dez meses após parte da estrutura desabar e causar a morte do técnico em edificações Agmar Silva, 55.

O proprietário do terreno vai arcar com todos os custos operacionais — cerca de R$ 200 mil, segundo a Administração Regional de Vicente Pires.

A Defesa Civil informou que serão necessários 25 kg de explosivos e um raio de isolamento de 200 metros.

 

No condomínio ao lado, uma caixa d’água será removida para evitar tombamento e, por isso, moradores ficarão sem abastecimento por até quatro dias.

Para prevenir riscos, 85 casas e um prédio próximos deverão ser desocupados antes da operação, que acontece na chácara 149, Lote 2A, a partir das 11h.

Segundo a Defesa Civil, os moradores foram orientados a sair de casa pela empresa responsável pelo procedimento, a RVS Construções e Edificações, contratada pelo dono do terreno.

Sem água

O servidor público Daniel Matos, 39, conta que a orientação foi “sair de casa, ficar 200 metros longe e deixar as janelas abertas porque o deslocamento de ar poderia quebrar os vidros”. Ele foi avisado pelo condomínio que a caixa d’água será desmontada no sábado, mas não há previsão de restabelecimento. Ele relembra o dia em que o prédio desabou. “Parecia um terremoto. Eu fiquei muito assustado”.Vicente Pires: prédio onde homem morreu será implodido

Coordenador da operação e gerente de produtos perigosos da Defesa Civil, Gleydson Andrade conta que a equipe visitou a área e fez um relatório fotográfico das residências. “De paredes, para ver se tem dano e se terá, e do telhado”, conta. “O maior problema seria a caixa d’água, que será retirada”, destaca.

Ele conta que os explosivos serão postos apenas em dois pavimentos. “O resto cai pela gravidade. Não vai haver material projetado para longe. O isolamento é necessário para evitar circulação de pessoas no local, para que nada fuja do controle”, esclarece.


O dono do terreno teve várias chances de salvar a estrutura do edifício. “Quando estava em construção, houve um embargo. A Agefis pediu o projeto, o engenheiro responsável e um laudo, após o desabamento. Na análise, vimos que não tinha como recuperar nada”, narra o coordenador da operação. “Ou demolia, ou restaurava”, diz.


Como o dono não restaurou o esqueleto do prédio, onde os pilares e vigas estavam sem condições de sustentar a estrutura, o processo de demolição começou. A licença para a operação foi emitida em 4 de junho pela Administração Regional de Vicente Pires. A RVS Construções e Incorporações ficou responsável por obter licenças junto à Polícia Civil, ao Bope e ao Exército para adquirir os explosivos e administrá-los. Após a implosão, a companhia também deve cuidar da remoção do entulho.


O administrador de Vicente Pires, Charles Guerreiro, acredita que a implosão é um marco para a cidade. “Estamos em processo de regularização. Algumas pessoas vieram e vêm para cá de boa fé, mas outras para especular e começam a enxergar na cidade um nicho econômico”, ilustra. “Apesar das multas que os órgãos de fiscalização impõem, eles preferem enfrentar e correr o risco. Mas não terão sossego. Não vamos aceitar que pessoas venham para cá atrás de dinheiro fácil”, defende. Como o desabamento aconteceu em outra gestão, ele declara, apenas, que não foi conivente com irregularidades do passado.

Saiba Mais

Várias vias internas de Vicente Pires serão fechadas. São elas: a primeira entrada do Taguaparque, o acesso ao Taguaparque pela Colônia Agrícola Samambaia e a Rua da Misericórdia. A circulação de veículos será proibida nas pistas das 8h às 12h.

A energia elétrica da área será desligada e restabelecida após a ação. O Corpo de Bombeiros fará uma vistoria prévia no terreno para confirmar a evacuação na região impactada. O Bope fará a escolta e o controle dos explosivos, com auxílio da Polícia Militar.

(Por:Rafaella Panceri)

 

Fonte: *Via:JBr/Clipping

COMENTÁRIOS