compartilhar

BANDEIRAS VERMELHAS: Pelo 2º dia, marchas de manifestantes pró-Lula geram engarrafamentos na Grande Brasília

Somadas, estradas registraram 26 km de lentidão. Militantes ocupam acostamento e uma faixa de cada rodovia.

Pelo segundo dia seguido, três rodovias do Distrito Federal registraram engarrafamentos como reflexo do deslocamento de manifestantes favoráveis ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva(PT), na manhã desta terça-feira (14).

Às 11h, o trânsito estava normalizado.

Somados, os engarrafamentos chegaram a alcançar 26 km de extensão por volta das 8h.

Foi registrada lentidão na EPIA Sul, no acesso ao Eixão pelo aeroporto, na descida do balão da Granja do Torto em direção ao Eixão, e no Eixo Monumental.

Resultado de imagem para MST volta a marchar df

Por causa dos protestos, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e o Detran liberaram a circulação nas faixas exclusivas durante todo o dia. A medida busca aliviar o trânsito na EPTG, na EPNB, na Avenida W3 e no Setor Policial.

A faixa do BRT, no entanto, não foi liberada.

O grupo marcha em direção ao Estádio Mané Garrincha, no centro de Brasília, onde vai se concentrar.

Durante a marcha, os militantes ocuparam o acostamento e uma faixa das estradas, segundo a Polícia Militar.

O grupo é dividido em três "colunas", que representam diferentes regiões do país.

A coluna que veio da Amazônia e do Centro-Oeste passou pela Epia e reuniu cerca de 1,2 mil pessoas durante a manhã, segundo o Detran.

Resultado de imagem para MST volta a marchar df

O grupo que saiu do Sul e do Sudeste, pelo Aeroporto JK e pelo Eixão, tinha 1,5 mil manifestantes, de acordo com a PM.

O governo não divulgou estimativas da comitinha que deixou o Nordeste e passou pela Granja do Torto.

 

Segundo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), cerca de 1,5 mil pessoas participam de cada deslocamento.

Na segunda-feira, o ativista de direitos humanos argentino Adolfo Pérez Esquivel, vencedor do prêmio Nobel da Paz em 1980, esteve na marcha.

Na quarta (15), o Partido dos Trabalhadores (PT) deve registrar a candidatura de Lula no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Manifestantes protestam a favor do ex-presidente Lula em Brasília; ao fundo, o Congresso Nacional (Foto: TV Globo/Reprodução)

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS