compartilhar

COLETIVIDADE: Fake News Condominiais podem prejudicar convivência entre moradores

Avisos falsos nos murais, recados enganosos colocados embaixo da porta de vizinhos e cartas com saldos fictícios são alguns exemplos das notícias falsas em condomínios

Em tempos de fake news, nem os condomínios escapam das mentiras que tentam se passar por histórias verdadeiras.

De anúncios falsos nos murais dos prédios a mensagens colocadas embaixo da porta do vizinho até saldos fictícios, nada escapa.

 

Ações como estas têm dado origem às fake news condominiais.

Mais do que intrigas entre moradores, estas informações falsas podem causar problemas graves.

Resultado de imagem para Fake News CondominiaisDe acordo com o consultor condominial e diretor da JR Office, o Dr. Condomínio Aldo Júnior, a onda de disseminação de informações falsas tem atingido até o convívio entre vizinhos. “Já tivemos casos de moradores que criaram e-mails falsos para difamar o síndico, casos de cartas com informações falsas colocadas embaixo da porta do morador e avisos enganosos nos murais dos condomínios”, relata o consultor. “São situações constrangedoras e que exigem muito jogo de cintura dos síndicos”, alerta.


Ao se deparar com notícias suspeitas dentro do condomínio, os moradores devem buscar checar a informação antes de compartilhar com os vizinhos. Já os síndicos, ao perceber uma fake news, devem tomar providências enérgicas antes que a situação fuja do controle e vire caso de polícia.

Veja algumas dicas preparadas pelo Dr. Condomínio:

1) Apure com outras fontes de informação (condôminos e conselheiros fiscais) o teor e os objetivos da informação divulgada;

2) Questione os autores se existe provas concretas e documentadas das eventuais denúncias;

3) Analise o texto em detalhes, com critério e olhar crítico avaliando o que é relevante e supostamente verdadeiro;

4) Pondere junto ao síndico sobre o assunto em tela e levante suas possíveis dúvidas;

5) Permita ao síndico o direito de resposta, com a apresentação de plausíveis documentos, seja ela verbas ou por escrito;

6) Após todas as análises, emita uma opinião sobre o tema, provoque o senso crítico nos condôminos e a discussão democrática

7) Não propague a informação de forma irresponsável para outros condôminos.

Sobre Dr. Condomínio – O Dr. Condomínio, Aldo Junior, é diretor-geral da JR Office Assessoria Condominial e se tornou conhecido pela vasta experiência em gestão condominial, palestrante renomado sobre temas condominiais em todo o País. le estudou Direito, é contabilista, consultor condominial há 30 anos, coordenador-geral e promotor de grandes eventos nacionais como a Unasíndico e o ciclo de palestras condominiais. Ele também é colunista da Franquia Nacional do Jornal do Síndico em 23 estados, dos portais Síndiconet e Universo Condomínio. Em Brasília, Aldo é editor-geral da Folha do Síndico DF.

Sobre a JR Office – A JR Office Assessoria Condominial com sua inteligência em serviços condominiais foi fundada em 1988, em Brasília, e tem 29 anos de experiência exclusivamente na área condominial. O grupo, que tem sede no SIA Trecho 4 e filial em Águas Claras, atende tanto condomínios residenciais, comerciais e abrange dois pilares de sustentação da administração condominial: transparência na prestação de contas e eficiência na cobrança.

Resultado de imagem para Fake News em Condominios

 

COMENTÁRIOS