Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

CAMPANHA CONTINUA: Mesmo após "dia D da vacinação", 57 por cento do público-alvo na Grande Brasília não foi imunizado

Meta da Secretaria de Saúde é de vacinar mais 80 mil crianças. Campanha continua até 31 de agosto.

O Dia D da Campanha Nacional de Vacinação no Distrito Federal, neste sábado (18), registrou 35.098 doses aplicadas contra sarampo e 35.428 doses contra poliomielite, segundo a Secretaria de Saúde do GDF.

Desde o início da campanha, 69.019 crianças foram imunizadas contra sarampo e 69.456, contra pólio, ainda de acordo com a pasta.

O público-alvo é de crianças de 1 a 5 anos.

O balanço, atualizado até sábado, aponta que a cobertura atingiu 43% do público-alvo – mais da metade das crianças, portanto, não foi imunizada até agora.


A meta da secretaria é imunizar 95% do público-alvo, o equivalente a 152.277 crianças.

A campanha de vacinação continua até 31 de agosto, apesar de o Dia D ter passado.

A rede pública do Distrito Federal tem 120 salas de vacina, que funcionam das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

 A lista de postos está no site da Secretaria de Saúde.

Segundo a Secretaria de Saúde, o último caso de sarampo registrado em Brasília ocorreu em 2013 e foi diagnosticado em um viajante – ou seja, a pessoa não foi contaminada em Brasília.

Não há registro de casos de poliomielite no Brasil nos últimos 30 anos.

Quem deve ser vacinado?

 

 

  • Contra a poliomelite: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou. Em casos de nenhuma dose, será aplicada a Vacina Inativada Poliomielite. Em caso de uma ou mais doses, será aplicada a Vacina Oral Poliomielite, a famosa "gotinha".
  • Contra o sarampo: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou.
  • Não devem ser vacinadas: crianças de 1 até 5 anos que tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Entenda o que é sarampo, quais os sintomas, como é o tratamento e quem deve se vacinar (Foto: Infografia: Karina Almeida/G1)

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS