compartilhar

HERMANOS VENEZUELANOS: Mais de 20 imigrantes são trazidos de Roraima para Brasília e Rio de Janeiro

Voo da FAB saiu de Boa Vista às 8h10 (horário local). Esta semana, 94 pessoas participaram do processo de interiorização.

Nesta sexta-feira (21) o avião C-99 da Força Aérea Brasileira (FAB) embarcou mais 24 imigrantes venezuelanos de Roraima para Brasília e Rio de Janeiro.

 

O voo saiu do Aeroporto Internacional Atlas Brasil, em Boa Vista, às 9h10 (horário de Brasília) e deve chegar na capital carioca às 16h.

Esta é a 9ª etapa do processo de interiorização do Governo Federal.

Até agora, 16 voos foram realizados desde abril e nove estados do país receberam venezuelanos que migraram para Roraima em busca de melhores oportunidades de vida e trabalho.


De Boa Vista o avião vai para a Base Aérea de Cachimbo, no Pará, e depois Brasília, onde deve chegar em torno das 13h.

 

Na capital federal vão ficar 19 imigrantes e os outros 5 serão levados para o Rio de Janeiro, com previsão de chegada às 16h.

Os imigrantes interiorizados nesta sexta-feira estavam no abrigo Rondon II, no bairro 13 de Setembro, zona Oeste da capital de Roraima. Eles foram levados por volta das 7h30 em um ônibus do Exército até o aeroporto de Boa Vista.

Interiorizações de setembroAvião da FAB deixou o Aeroporto de Boa Vista às 8h10 e deve chegar no Rio de Janeiro às 16h (horário de Brasília) — Foto: Alan Chaves/G1 RR

 

Desde o início do mês de setembro, 879 imigrantes foram interiorizados de Roraima para 8 estados do país. Na primeira semana, 204 pessoas foram levadas para os estados do Amazonas, Mato Grosso, Distrito Federal, São Paulo e Rio Grande do Sul.

 

O primeiro voo levou 204 venezuelanos para Manaus e Cuiabá e, o segundo, outros 204 para Brasília, São Paulo e Esteio (RS).

Na segunda semana, outros dois voos levaram 377 venezuelanos para os estados do Rio Grande do Sul.

 

O primeiro deles teve destino o município de Canoas e interiorizou 201 pessoas, enquanto que o segundo transferiu 176 imigrantes para as cidades de Canoas, novamente, e Esteio.

Na terceira semana houve redução no número de interiorizados, no total foram 94 pessoas, mas, segundo o Governo Federal, isso ocorreu porque o Boing 767 - com maior capacidade - estava fora do país. Por esse motivo, voos menores ocorreram de terça (18) a sexta-feira.

Na terça-feira, 30 pessoas foram levadas para a cidade de Igarassu (PE). Na quarta (19), outras 20 seguiram para Manaus e na quinta (20) mais 20 venezuelanos foram transferidos para os municípios de Igarassu (PE), novamente, e Conde Jacumã (PB).

De acordo com a Casa Civil, antes de serem interiorizados, todos os imigrantes são vacinados, têm documentação como CPF e carteira de trabalho, são submetidos a exames de saúde e aceitaram participar voluntariamente do processo.

Com este 16º voo, sobe para 1978 o número de venezuelanos que participaram do processo de interiorização do Governo Federal.

 

Fonte: *Via:G1/Clipping

COMENTÁRIOS