compartilhar

ALERTA AOS VARÕES: Novembro Azul reforça importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata

Secretaria de Saúde alerta homens para fazerem exames preventivos anualmente. Segundo dados do Inca, esse é o segundo tipo de doença mais comum entre a população masculina

A Secretaria de Saúde alerta para a importância de exames preventivos durante o Novembro Azul. 

O movimento mundial é destinado à conscientização e prevenção do câncer de próstata.

Maiores vítimas do câncer de próstata são homens a partir dos 50 anos

"Esse tumor é 60% mais frequente, além de mais agressivo, em homens da raça negra"João Ricardo Alves, urologista oncológico do Instituto Hospital de Base

Estima-se que no Brasil serão mais de 68 mil novos casos da doença ainda em 2018.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de próstata, segundo tipo mais comum entre os homens, é a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas.

 

Perde apenas para o tumor de pele não melanoma e mata um homem a cada 38 minutos.

Imagem relacionada

As maiores vítimas são homens a partir dos 50 anos, além de pessoas com presença da doença em parentes de primeiro grau, como pai, irmão ou filho.

A Sociedade Brasileira de Urologia orienta que a visita ao urologista, para avaliação da próstata, seja feita a partir dos 50 anos de idade para todos os homens. 

 

Para os afrodescendentes e pessoas com histórico familiar de câncer na glândula, as consultas devem começar aos 45.

O urologista oncológico do Instituto Hospital de Base, João Ricardo Alves, afirma que pessoas com um parente de primeiro grau (pai ou irmão) com câncer de próstata têm de duas a três vezes mais chances de serem acometidas.

No caso de dois parentes de primeiro grau, a possibilidade aumenta cinco vezes. “E esse tumor é 60% mais frequente, além de mais agressivo, em homens da raça negra”, detalha Alves.


Ele recomenda exames de rotina masculinos anualmente: “A frequência não é bem estabelecida. Mas, como se trata de avaliação periódica, é importante para detectar doenças em suas fases iniciais”.Resultado de imagem para novembro azul df

O chefe da Unidade de Urologia do Instituto Hospital de Base e diretor-presidente da Sociedade Brasileira de Urologia do DF, Guilherme Coaracy, cita outras enfermidades prevalentes em homens, que podem ser detectadas em exames de rotina.

“Fimose e problemas de desenvolvimento genital, por exemplo, ocorrem na infância e na adolescência. Já o câncer de testículo e doenças sexualmente transmissíveis são mais frequentes nos adultos jovens. Os cânceres no adulto, destacando-se o de próstata, têm maior ocorrência no homem mais velho”, resume Coaracy.

 

COMENTÁRIOS